Como abrir uma loja de bolos?

Você já pensou em abrir uma loja de bolos?

Passamos a maior parte do dia na rua, por conta disso, a alimentação fora de casa se tornou algo comum.

Com isso, a procura por produtos como doces e bolos, também teve um aumento considerável.

Uma loja de bolos pode oferecer serviços como, bolos por encomenda, venda de bolos inteiros e a venda por pedaços, além de tortas e doces. É um negócio que demanda criatividade, receitas inovadoras e qualidade. Se você quer abrir uma loja de bolos, saiba que ainda existe espaço neste mercado. Segue alguns passos!

Plano de negócios

O plano de negócios serve para que o empreendedor tenha uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. Além do planejamento, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver o planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também o público que irá frequentar sua loja de bolos, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Resumo dos principais pontos do plano de negócio:

  • O que é o negócio?
  • Quais os principais produtos e/ou serviços
  • Quem serão os seus principais clientes
  • Onde será localizada a empresa
  • O montante de capital a ser investido
  • Qual será o faturamento mensal
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne

Escolha o local

A localização é um dos fatores que mais influenciam no faturamento. Na hora de fazer essa seleção, é necessário levar em conta alguns aspectos, como o público-alvo. Enquanto faz o planejamento para abrir uma loja de bolos, você irá definir a faixa de renda e os hábitos de consumo das pessoas que deseja atingir. Com isso em mãos, ficará mais fácil escolher a região em que essas pessoas estão presentes.

ponto ideal para montar uma loja de bolos é um local com grande fluxo de pessoas, boa visualização da sua loja e fácil acesso para os clientes. Verifique também se o cliente terá facilidade para estacionar. Se optar por bairros residenciais, é preciso pesquisar para saber se aquela região apresenta boa tendência de compras e interesse no seu segmento.

É necessário também, ficar atento aos aspectos legais e regularizações de acordo com as licenças exigidas. Antes de fechar o contrato, deve-se consultar a Prefeitura para confirmar se a sua loja de bolos poderá funcionar naquele endereço escolhido. Verifique quais são as restrições da prefeitura para os planos da Lei de Zoneamento e do Plano Diretor da cidade.

Estrutura e equipamentos

É preciso definir se o atendimento aos pedidos ocorrerá somente no balcão, ou se haverá atendentes/garçons na área das mesas. Podendo até oferecer as duas opções.

Para isso exige-se um espaço suficiente para oferecer comodidade aos clientes. Uma loja de bolos precisa ter os seguintes espaços:

  • Balcão de atendimento aos pedidos, que pode ser utilizado para exposição dos produtos oferecidos;
  • Serviço de caixa – onde, além de receber os valores, podem-se oferecer produtos de bomboniere;
  • Salão com mesas para acomodação dos clientes;
  • Espaço para exposição de todos os produtos ofertados, utilizando equipamentos climatizados;
  • Cozinha, com pequeno depósito em anexo;
  • Banheiros;
  • Pequeno escritório.

Destacamos também os equipamentos essenciais para abrir uma loja de bolos:

  • microcomputador completo;
  • uma impressora;
  • telefone;
  • uma impressora de cupom fiscal;
  • mesas, cadeiras, armários, de acordo com o dimensionamento das instalações;
  • gaveteiro para guardar dinheiro, cheques e tickets de cartões de débito e crédito;
  • equipamento para recebimento através de cartões de débito e crédito;
  • estantes, prateleiras e vitrines para exposição dos produtos;
  • balcão de atendimento;
  • equipamentos e utensílios para cozinha industrial – fogões, fornos, geladeiras, liquidificadores, processadores, batedeiras, fritadeiras, panelas etc.;
  • freezer vertical e horizontal;
  • balcão refrigerador com expositor;
  • balcão estufa com expositor;
  • utensílios de escritório;

Invista em uma decoração leve e aconchegante, uma fachada bem elaborada e a recepção podem auxiliar no processo de atração de clientes.

Funcionários

A quantidade de pessoal, depende do tamanho da sua loja e do volume de produtos e serviços oferecidos.

O grande segredo de uma loja de bolos é o doceiro. Ele deve ter boas receitas e qualidade, e é quem poderá ditar o sucesso do seu empreendimento. É preciso ainda, um funcionário para o balcão, que também pode cuidar do caixa, e outro para o atendimento nas mesas, caso você opte por isso.

Um bom atendimento e a qualidade dos produtos oferecidos, são o ponto decisivo para que o seu cliente volte e indique seu estabelecimento para outras pessoas.

Divulgação e dicas

A divulgação da sua loja de bolos é de extrema importância para o seu negócio. O meio de divulgação varia de acordo com a localização e o público-alvo escolhido.

Pode ser feita pelo método tradicional de panfletagem ou até em parcerias com estabelecimentos que tenham ligação com o seu negócio. Não deixe investir na divulgação online, esse é principal meio de busca de serviços e produtos, e, uma boa maneira de interagir com o público para saber quais são as opiniões dele.

Esse ramo conta com vários concorrentes diretos e indiretos, como padarias e mercados. Porém a vantagem que você leva sobre esses estabelecimentos é exatamente a especialização e maior variedade. Por isso foque em diferenciais.

Se você investir em um planejamento detalhado, estratégia de negócios e dedicação, pode apostar que a sua loja de bolos terá sucesso.

Principais dúvidas sobre como abrir uma loja de bolos

Abertura loja bolos - Mco contábil

Sabemos que abrir um negócio gera muitas dúvidas, principalmente para quem deseja abrir uma loja de bolos. Por isso, aqui vão algumas respostas que você pode estar procurando.

Quanto custa abrir uma loja de bolos?

A resposta depende da estrutura da empresa. Por exemplo, há pessoas que começam o negócio em casa e, com isso, só precisam dos produtos para abrir a empresa. Contudo, caso seja uma loja mais estruturada, o investimento inicial pode ser de R$100 mil.

O que preciso para abrir uma loja de bolo?

O primeiro passo, e talvez o mais importante para abrir uma empresa de sucesso, é planejar. Muitas vezes, o empreendedor se precipita pensando em abrir uma empresa, conseguir um CNPJ, tirar as licenças, e acaba esquecendo dessa etapa.

Para fugir das estatísticas (de acordo com o IBGE, seis de cada dez empresas não sobrevivem aos primeiros cinco anos de atividade), é necessário fazer um bom planejamento. Esse é o ponto de partida para determinar o público-alvo do seu negócio, estudar a concorrência, o mercado etc.

A depender desses fatores, pode interferir diretamente na estrutura da sua empresa, na forma de atender os clientes, no seu produto ou serviço.

Escolha um dos tipos de atividade

Antes mesmo de decidir abrir empresa, é necessário identificar qual o segmento de atividade que deseja. Existem três distinções:

  • Prestação de Serviços: trabalho realizado a título de mão de obra física ou intelectual;
  • Industria: atividade econômica que visa transformar matéria-prima em materiais comercializáveis;
  • Comércio atacadista: direcionado para lojistas e Comercio Varejista, direcionado ao consumidor final.

Escolha a Natureza Jurídica

Em seguida, é preciso verificar qual o tipo de natureza jurídica de sua empresa. Este, representa o regime jurídico no qual ela se enquadra, isso é, a relação da pessoa jurídica pública ou privada com a fiscalização no determinado empreendimento, junto aos dados cadastrados na administração pública.

Informar a natureza jurídica no momento de formalizar a empresa é uma questão indispensável, logo que cada uma possui formas diferentes de aplicação das normas. Existem diversas espécies de natureza jurídica, mas às entidades empresariais, são atribuídas:

  • Empresário Individual, ou MEI: Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada: É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples, ou SS: Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comercio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima: Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim divide em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, ou EIRELI: Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário-mínimo vigente.

Desenvolva um contrato social

Será necessário realizar um contrato social para definir a participação de cada um dos sócios, as atividades realizadas pela empresa, o nome etc.

Vá até uma Junta Comercial

Em seguida, você deverá ir até um cartório jurídico ou na junta comercial da cidade a para registrar sua empresa. É relevante destacar que, antes registrar o contrato, você deve verificar se o nome definido para a empresa está disponível.

Tire seu CNPJ

Após o registro na Junta Comercial, você receberá um Número de Identificação do Registro de Empresa (NIRE). Ele será necessário para entrar no site da Receita Federal e tirar o CNPJ.

No site, faça o download do Programa Básico de Entrada. Em seguida, realize a impressão, preencha e envie pelos correios para a Receita Federal ou leve pessoalmente.

Os principais documentos para abrir empresa uma loja de bolos

Os documentos necessários para dar início ao processo de abrir empresa são simples.

  • Para os sócios, basta apresentar:
  • 1 cópia simples do comprovante de residência de cada um,
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada,
  • 1 cópia da folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.
  • Já para a empresa em si, é preciso apresentar apenas:
  • 2 cópias simples do IPTU do Imóvel,
  • 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

Quanto tempo leva para abrir a loja?

Assim que toda a documentação for acertada, as informações são enviadas para a Receita Federal e a Junta Comercial e é iniciado o processo de abertura. A aprovação leva de 3 a 5 dias úteis após o envio, significando que você já terá o número do CNPJ. Porém, para emitir notas, é necessário realizar um cadastro na Rede Simples.

Porém, para abrir empresa é necessário também realizar a Análise Prévia da Viabilidade de Localização. Essa análise é feita para determinar se a empresa pode ou não utilizar determinado imóvel para determinado comércio.

Algumas pessoas escolhem um local que desejam se instalar, investem nesse imóvel, e só depois descobrem que não podem atuar ali. É muito tempo e dinheiro perdido, sendo que se contassem com o apoio de um profissional ligado nessa área, evitariam esse transtorno. Por isso, não se esqueça de fazer o pedido de Análise Prévia de Viabilidade do local.

Preciso de contador para abrir uma loja de bolos?

Sim. O profissional será responsável por realizar todo o processo de forma rápida e segura. Nós, da Mco contábil, realizamos todo esse processo por você, para que sua empresa seja aberta de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Nossa equipe está à disposição para atender a todos as etapas da abertura de empresa.

Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir uma empresa conosco. Entre as diversas vantagens estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo.