Passo a passo de como montar uma clínica de estética

Passo a passo de como montar uma clínica de estética

Para abrir uma clínica de estética é preciso:

  • montar um plano de negócios;
  • atender às determinações do órgão fiscalizador;
  • considerar a infraestrutura e aquisição de equipamentos;
  • pensar na formação da equipe de profissionais;
  • providenciar a obtenção do CNPJ.

De acordo com dados Euromonitor International, divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, ABIHPEC, o Brasil é o quarto maior mercado de cuidados pessoais e beleza do mundo.

Ou seja, se você está buscando entender como montar uma clínica de estética, saiba que esse é um setor bastante promissor no nosso país, cujos negócios têm altas chances de obterem boa lucratividade.

Para se ter uma ideia de como esse segmento é engajado por aqui, informações da Anvisa, também divulgadas em publicação no site da ABIHPEC, revelaram que, em 2020, 205 novas indústrias de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC) foram abertas. O que representa um percentual de crescimento de 7% em relação ao ano anterior.

Isso acontece também porque os consumidores desse ramo estão, cada dia mais, procurando produtos e soluções para os cuidados com a pele.

Outro dado da ABIHPEC mostrou que, durante o primeiro semestre de 2020, houve um crescimento de 13% da busca por cuidados faciais, os quais tendem a começar cada vez mais cedo.

No auge da pandemia as pessoas estavam se cuidando em casa. No entanto, agora, com a possibilidade de terem atendimento profissional de forma presencial, a tendência é que procurem por tratamentos estéticos mais avançados e que gerem resultados mais significativos, os quais só podem ser adquiridos em clínicas especializadas.

É justamente neste momento que você deve tirar o seu projeto do papel, descobrir como montar uma clínica de estética e, com isso, aproveitar o crescimento desse setor para ter o seu próprio negócio.

Como fazer isso? É o que vamos explicar neste artigo. Por isso, continue a leitura e confira todos os detalhes!

O que é uma clínica de estética?

Uma clínica de estética é um estabelecimento comercial que oferece serviços voltados para tratamentos faciais e corporais.

Esses procedimentos podem ser realizados manualmente, ou com o auxílio de equipamentos específicos, tais como aparelho para peeling, laser, entre outros.

Alguns exemplos de serviços que podem ser prestados em uma clínica desse tipo são:

  • limpeza de pele;
  • esfoliação facial;
  • drenagem linfática;
  • massagem relaxante;
  • massagem terapêutica.

Entre os considerados invasivos, algumas possibilidades são:

  • harmonização facial;
  • preenchimento labial;
  • peeling químico;
  • microagulhamento;
  • bichectomia.

O que é necessário para abrir uma clínica de estética?

Para abrir uma clínica de estética é preciso seguir alguns passos. Os cinco primordiais são:

1. Montar um bom plano de negócio

Um plano de negócio é um documento que descreve os pontos essenciais para a montagem de uma empresa. Nele, devem estar definidas e descritas informações como:

  • objetivo do negócio;
  • missão, visão e valores;
  • investimento inicial;
  • formato jurídico e tributário;
  • local onde será montada empresa;
  • descrição dos produtos e/ou serviços que serão oferecidos;
  • análise de mercado, de concorrentes e de fornecedores;
  • plano de marketing, operacional e financeiro.

2. Reunir toda a documentação necessária para abertura do negócio

Além da documentação necessária para obtenção do CNPJ, a qual vamos descrever mais adiante, o processo de como montar uma clínica de estética inclui providenciar também autorizações relacionadas à legislação sanitária.

A referência técnica para esse modelo de negócio é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, órgão que define quais regras e padrões mínimos de funcionamento devem ser seguidos por esses modelos empresariais.

Quanto às documentações, a Anvisa exige que sejam providenciados e apresentados:

  • alvará de autorização sanitária;
  • alvará de localização e funcionamento;
  • comprovante de recolhimento dos resíduos perfurocortantes;
  • registro de manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos;
  • registro de monitoramento da esterilização;
  • manual de boas práticas.

3. Pensar na infraestrutura

A infraestrutura contempla toda a parte de equipamentos que serão utilizados no local. Mas além desses, as clínicas de estética precisam seguir uma orientação de espaço físico, também determinada pela Anvisa.

Por exemplo, locais onde serão realizados procedimentos de estética e/ou de embelezamento devem ter área mínima de 10 m², com largura mínima de 2,50 m. Esse espaço é indicado para, no máximo, duas cadeiras, ou seja, 5 m² por cadeira.

4. Formar a equipe de profissionais

Obviamente, quem deseja empreender — a exemplo das pessoas que estão procurando informações de como montar uma clínica de estética — pode começar a sua empresa sem contratar outros profissionais.

No entanto, se o foco é atender um volume alto de clientes e, com isso, direcionar o negócio para o crescimento, contar com uma equipe especializada é essencial.

Sobre isso, é bem importante que você saiba que as profissões de esteticista, cosmetólogo e técnico em estética foram regulamentadas pela Lei 13643/18, a qual definiu que essas pessoas precisam ter formação acadêmica de nível técnico ou superior na área, ministrada por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, para atuarem.

No caso do técnico em estética, a lei também determina que profissionais que comprovem o exercício da função há, no mínimo, três anos a contar da data de vigoração da legislação, têm direito ao exercício da profissão assegurado.

5. Dar início à estratégia de divulgação

Com todos os passos anteriores devidamente concluídos, é hora de dar início à estratégia de marketing, a qual foi definida no plano de negócio montado anteriormente.

Ações de marketing digital, que consistem no uso da internet e das suas ferramentas para divulgar um negócio, são bastante indicadas para promoção das empresas.

Quanto uma clínica de estética fatura por mês?

O faturamento de uma clínica de estética está diretamente relacionado à sua infraestrutura e a quantos clientes consegue atender ao longo do mês.

Em uma estimativa média, a receita mensal desse modelo de negócio pode chegar a R$ 50 mil, considerando tratamentos com bons tickets médios e o atendimento de, no mínimo, dois clientes por dia.

Quais os principais aparelhos para montar uma clínica de estética?

E por falar em infraestrutura que pode afetar no faturamento desse tipo de empresa, é bem importante que você conheça os principais aparelhos que devem fazer parte de uma clínica de estética.

Dentre os considerados básicos para esse tipo de negócio estão:

  • maca fixa;
  • cadeira reclinável;
  • geladeira para armazenamento de produtos especiais;
  • estufa para esterilização;

A escolha dos demais aparelhos está condicionada aos procedimentos que serão executados. Algumas sugestões são:

  • aparelho de alta frequência;
  • aparelho de carboxiterapia;
  • aparelho de radiofrequência para emagrecimento
  • manta térmica;
  • ultrassom;
  • caneta diamantada;
  • vapor de ozônio;
  • aspirador de secreções;
  • aparelho para peeling;
  • monitor cardíaco e desfibrilador

Como abrir CNPJ para clínicas de estética?

Durante a nossa explicação sobre como montar uma clínica de estética citamos a obtenção do CNPJ, se lembra?

processo para esse modelo de negócio segue o mesmo passo a passo de como abrir empresa de outros segmentos, ou seja:

  • Definir o tipo de empresa que deseja abrir, que pode ser MEI, ME, EPP, Médio ou Grande porte
  • Escolher o regime jurídico, tais como EI, Eireli ou LTDA
  • Escolher a Classificação Nacional de Atividades Econômicas, CNAE — no caso, a indicação é o 9602-5/02: atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza
  • Determinar o regime tributário, considerando o Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real
  • Elaborar o Contrato Social, se houve sócios
  • Registrar a empresa na Junta Comercial
  • Providenciar o alvará de localização e de funcionamento

Quanto aos impostos a serem pagos por uma clínica de estética, essas empresas podem seguir a mesma tributação de salão de beleza, sendo uma das opções mais indicadas serem optantes pelo Simples Nacional.

Na dúvida sobre esses pontos? O suporte de um contador desde o início ajuda a evitar falhas e contratempos, bem como o pagamento indevido de impostos. Quanto a isso, a Mco contabilidade online, pode ajudar você!

 

Deixe um comentário