Não sabe como fazer a gestão financeira?

Não sabe como fazer a gestão financeira?

Gestão financeira  é um conjunto de procedimentos e ações administrativas vinculados à análise, ao controle e ao planejamento de todas as atividades financeiras de uma empresa.

Por meio de registros adequados e de um bom acompanhamento por parte do gestor, é possível obter informações que contribuam para o planejamento do negócio e para a otimização dos resultados como um todo.

Dessa forma, a gestão financeira engloba todas as atividades vinculadas ao controle dos recursos financeiros da empresa, visando garantir que a sociedade empresária tenha dinheiro suficiente para manutenção, investimentos e crescimento próprio.

Preparamos este guia completo para você que é empresário, microempreendedor ou CFO e busca o crescimento do seu negócio por meio da aplicação de estratégias de gestão financeira. Ficou curioso? Então, continue a leitura do guia e descubra como melhorar o desempenho da sua empresa e crescer de forma sistemática e sadia.

Qual é a importância da gestão financeira para uma empresa?

A gestão financeira é um tema extremamente importante para qualquer empresa, independentemente do seu porte ou ramo de atuação. Isso porque ela permite a correta administração dos recursos financeiros, o que viabiliza o fortalecimento da organização empresária e consequentemente proporciona o seu crescimento e a possibilidade de realizar novos investimentos.

Além dessa característica, outro fator importante vinculado à saúde do negócio é que uma gestão financeira, quando bem-feita, possibilita a redução de gastos desnecessários e uma correta destinação dos recursos, o que impacta fortemente nos resultados financeiros.

Assim, quanto mais eficiente e ativa for a gestão, maiores serão a qualidade e os resultados alcançados pelo negócio.

Hoje, vivenciamos um momento de crise política e econômica, e esse é outro aspecto que implica na urgência e na relevância de que os empresários e gestores possuam uma base financeira estruturada e organizada. Assim, capacitarão a empresa para enfrentar possíveis dificuldades econômicas, como quedas nas vendas, por exemplo.

Para que um negócio garanta a sua consistência e continuidade, é importante investir em boas estratégias de gestão e organização, uma vez que é por meio de ações e medidas preventivas que você se mantém preparado para possíveis imprevistos ou dificuldades.

Como essa gestão financeira deve funcionar?

Você deve estar se perguntando: mas afinal, na prática, como eu posso fazer uma gestão financeira dentro da realidade e das possibilidades do meu negócio?

A resposta pode variar um pouco de acordo com o perfil da empresa e o mercado atendido. Entretanto, algumas regras e dicas são gerais e podem ser aplicadas em qualquer modelo de negócio.

Por isso, preparamos algumas dicas com base em estratégias que são utilizadas por todas as empresas, independentemente do seu tamanho ou ramo de atuação. Confira!

Elabore um planejamento

A gestão financeira de uma empresa deve estar baseada em um planejamento. Nele, o gestor deve definir quais são os objetivos e metas. Um bom exemplo de objetivo pode ser a redução dos custos operacionais do negócio.

Ao elaborar o planejamento, é preciso ajustar as metas ao contexto da realidade do seu negócio.

O segundo passo do planejamento é elencar quais serão as estratégias adotadas para alcançar os objetivos. Seguindo o exemplo anterior, a estratégia para redução dos custos operacionais poderia ser o mapeamento completo dos custos e verificação acerca das suas reais necessidades.

Por fim, o terceiro passo do planejamento é considerar quais serão as métricas utilizadas para acompanhar os resultados das ações tomadas, indicando possíveis necessidades de mudanças.

Dica: o planejamento estratégico deve ser revisitado periodicamente, a fim de alinhar possíveis mudanças ou adequar o modelo à atualidade do negócio.

Implemente um orçamento

Junto com o planejamento, deverá ser elaborado um orçamento. De certa maneira, esse orçamento não deixa de ser uma forma de planejamento, uma vez que ele aponta quais serão os recursos alocados no negócio.

O orçamento é um elemento que permite uma visualização global do negócio e garante a possibilidade de identificar quais setores ou atividades são mais importantes para a empresa.

Por exemplo, no caso de um marketplace, o empresário precisa investir na eficiência do site e na entrega de bons resultados para os usuários que acessam a loja virtual. Por outro lado, ele não precisa investir com a mesma prioridade na decoração do espaço de trabalho, já que os clientes não visitam fisicamente a sua loja.

Assim, o empresário de marketplace vai investir muito mais na eficiência do seu site, no sistema de pagamentos e cobranças e na entrega de produtos do que na decoração do espaço físico da sua empresa.

Com um planejamento e um orçamento bem-feitos, o gestor tem um controle mais eficiente das finanças do negócio, evitando a escassez de recursos financeiros ou os gastos desnecessários com despesas que não são prioritárias.

Bem como o empresário precisa investir em Marketing, google ads para estar entre os principais buscadores e poder vender!

Utilize ferramentas financeiras

As ferramentas financeiras são a base de uma gestão financeira eficiente. Dentro desse contexto, o fluxo de caixa, por exemplo, é uma ferramenta que permite conhecer todas as entradas e saídas de recursos financeiros.

Além das ferramentas tradicionais, as empresas devem investir em inovação por meio do uso de softwares especializados em gestão e automação, softwares de armazenamento em nuvem, entre outros.

O gestor deve sempre lembrar que uma boa gestão está vinculada ao uso de ferramentas financeiras, ao controle do orçamento e à implementação de um bom planejamento estratégico. Esses três pilares podem ser facilmente alcançados por meio do uso de softwares de gestão que integram os setores da empresa, trazendo qualidade, segurança e rapidez para o negócio.

Ações importantes da gestão financeira

Partindo dessas três bases, a gestão financeira passa ainda por inúmeras outras ações importantes, como:

  • um controle eficiente do fluxo de caixa da empresa;
  • a gestão ativa e enérgica dos pagamentos e cobranças;
  • o acompanhamento e gestão constantes do capital de giro;
  • o controle da emissão e organização das notas fiscais;
  • a apuração periódica dos resultados;
  • o controle de estoques;
  • o controle periódico dos resultados.

Como você pode ver, a gestão financeira é um processo complexo que conta com inúmeras frentes e medidas que devem ser combinadas e aplicadas de acordo com as necessidades de cada empresa.

Para entender qual é a melhor forma de aplicar uma gestão eficiente no seu negócio, é importante que você conheça bem a sua empresa e tenha elementos que permitam elaborar um planejamento alinhado às necessidades do negócio e aos seus objetivos de longo prazo.

Nós da Mco contábil estamos a disposição para ajuda-lo a alavancar seus negócios

Deixe um comentário